Existem vendedores de software que procuram “se vender” muito mais do que “o que vai vender”.

Essa “segurança” em excesso vem da “insegurança” inconsciente. Se essa “segurança” depender de algo que não venha de você, essa “insegurança” inconsciente continuará.

Vejamos os tipos mais comuns:

• Vendedor 1 aborda o cliente falando sobre ele mesmo;
• Vendedor 2 aborda o cliente falando do seu software;
• Vendedor 3 aborda o cliente oferecendo uma consultoria “inclusa”;
• Vendedor 4 aborda o cliente demonstrando que conhece a realidade que o cliente em potencial vive e apresenta “onde” e “quanto” o software que vende “tem gerado de resultados (métricas) em clientes similares”.

O foco tem que ser em demonstrar que entende o que vende e os ganhos do que vende para o cliente potencial. Esse comportamento trará mais agendamentos…e mais fechamentos!

SUCE$$O!


Francisco Carlos
Francisco Carlos

De vendedor de software em startup a Gerente Comercial da maior empresa de software da América Latina. Tornei-me Diretor Comercial de uma das maiores empresas de soluções móveis de tecnologia do país. Desde 2006 sou reconhecido como Campeão de Vendas e Mentor de equipes de vendas campeãs. Estudei as 29 metodologias de venda dos últimos 100 anos e desenvolvi a - METODOLOGIA CVS® | Como Vender Software - que implementa o processo comercial mais efetivo para a realidade e necessidade da sua empresa de software.

Leave a Reply

Your email address will not be published.